7 de jun de 2013

6º Congresso revive Jango e debate o Brasil

Uma sessão de cinema realizada na noite desta quinta-feira marcou a história dos congressos dos trabalhadores do Poder Judiciário de Santa Catarina. Além da emoção que predominou com a chegada do filho do ex-presidente da República João Goulart, o Jango, João Vicente Goulart, prosseguiu com a apresentação do documentário Dossiê Jango e, depois, com as declarações da deputada estadual Ângela Albino e com as intervenções dos congressistas no debate.

Um grande público viu o filme, que será lançado no circuito comercial brasileiro dia 05 de julho. Logo que chegou ao auditório do Hotel Marambaia, João Goulart foi cercado e recebeu muitos cumprimentos de trabalhadores do judiciário de todas as idades. Ele vestiu a camiseta do SINJUSC, reviu o filme e depois compartilhou a mesa com a diretora do Sindicato Liliane Fátima de Araújo e com a deputada Ângela Albino.

A apresentação de Dossiê Jango estava na pauta do SINJUSC e do CineClube do Sindicato desde outubro do ano passado, após a apresentação do filme Marighella e do debate com a diretora Isa Ferraz, em 27 de setembro. Dossiê Jango e João Vicente Goulart quase foram ao auditório do Sindicato em duas oportunidades, em dezembro do ano passado e fevereiro de 2013. As agendas foram adiadas por conta de compromissos de João Vicente.
O presidente do SINJUSC, Cláudio Del Prá Netto, afirmou que a apresentação do documentário é mais um momento em que o Sindicato amplia ações para além da categoria: "Demonstramos a preocupação do Sindicato com questões importantes para a sociedade brasileira". No caso de Jango, apontou Cláudio, se faz necessário que o Brasil reconheça as propostas avançadas do governo Jango e que esse período foi interrompido pela violência. "Nosso País e o nosso povo têm o direito de recontar a história sem temer a verdade", falou.
Dossiê Jango levanta a possibilidade de João Goulart ter sido morto em uma conspiração para eliminar lideranças políticas do Cone Sul, a partir de uma ação coordenada por militares latinos, com apoio e financiamento norte-americano, na Operação Condor. (Foto Rubens Lunge)